27 de abr de 2013

OS CARGOS FEDERAIS DE EDUARDO, SEGUNDO O PT.

Uma das coisas que não consigo compreender é o espaço que Eduardo ocupa no governo Dilma, segundo os petistas. Perdeu o Ministério da Ciência e Tecnologia; Fernando Bezerra, pelo que dizem por aí, tá na cota do PT e será candidato a governador em Pernambuco apoiado pelo PT (ou pelo que restou dele, sem a ajuda de João da Costa, Rarará!); o ministro dos Portos é dos Gomes que também são do PT; tem um outros cargos menores e finalmente a Chesf, realmente de Eduardo.
Esse é o quadro que os petistas pintam. Bem, nesse caso Eduardo ocupa menos cargos federais que os petistas ocupam estaduais e municipais do PSB e quem sairia perdendo na aritmética seria o PT. Exigir os cargos de Eduardo seria trocar um possível apoio no segundo turno da eleição de Dilma, que poderia ser decisivo, por um cargo de terceiro escalão, a direção da Chesf. Não faz sentido.
A verdade é que Eduardo sempre deu mais atenção ao apoio em projetos que a cargos. Trocou o apoio ao PT e a Dilma por projetos que levaram Pernambuco a um novo patamar e não por empregos e cargos públicos. É essa a equação que não está sendo engolida.
Por fim, claro que esse quadro é louco e o FBC para aceitar ser candidato do PT teria que antes rasgar dinheiro e virar torcedor do Náutico. Rarará! O PT de Pernambuco não consegue se juntar nem em aniversário, o último acabou na chinelada. Imaginem para concorrer com Eduardo, Jarbas e Armando juntos.

Nenhum comentário: