3 de mai de 2013

NÃO EXISTE REBELDE CHAPA BRANCA

Passei toda a minha vida adulta cultuando a rebeldia, o comportamento contestador, inconformado, anarquista. Aos 18 anos eu poderia ser classificado por qualquer tipo de análise atual como um terrorista (Rarará!). Mas, com o tempo, aprendi a controlar os impulsos, refleti e fui educado pela militância comunista. A formação política canalizou toda minha rebeldia para um comportamento mais amadurecido, racional e reflexivo. O rebelde ficou adormecido, meio que anestesiado, com uma coleira apertada, mas presente.
Eu tive solução (será?), mas o rebelde criado a solta, sem nenhuma coleira ou controle segue sempre o princípio de primeiro morder, depois perguntar quem mordeu. A rebeldia não tem ideologia, apenas a falta dela.
Falei tudo isso apenas para confessar que Lobão é um rebelde e por essa razão é do meu time, dos meus, e tem a minha simpatia incondicional. A rebeldia não é agradável e muito menos bem comportada. O rebelde é essencialmente contestatório e contrário ao poder instituído. Não existe rebelde chapa branca.
Achou ruim? Sentiu-se ferido pelo rebelde? Assuma seu conservadorismo, vá reclamar ao bispo!

Nenhum comentário: